Página Inicial / Dicas Para Concurso Público / 5 obstáculos encontrados pelo concurseiro no meio do caminho e como lidar com eles

5 obstáculos encontrados pelo concurseiro no meio do caminho e como lidar com eles

Sempre que começamos uma nova jornada, na tentativa de alcançar um de nossos objetivos pessoais, ou até mesmo um de nossos maiores sonhos, nós sabemos que encontraremos alguns obstáculos, não é mesmo?

E a grande questão é que, mesmo sabendo disso, muitas vezes, quando encontramos as famosas pedras no meio do caminho somos surpreendidos e não sabemos ao certo como lidar com elas.

Assim como qualquer outro, o caminho do concurseiro também é cheio de pedras, algumas pequenas, outras grandes… E, como sempre, pensando em te ajudar nessa jornada, escrevi este artigo com 5 obstáculos encontrados pelos concurseiros no meio do caminho.
Vamos lá?

1. Falta de apoio da família ou amigos

Infelizmente, a grande maioria das pessoas que eu conheço não faz parte daquelas famílias perfeitas que vemos no comercial da margarina.
E se você também não tem uma dessas, não se preocupe, porque na vida real, mesmo dentro de uma mesma família, sempre temos interesses distintos e é normal que discordemos um dos outros, não é mesmo?

E na vida do concurseiro não é diferente! Conheço muitos concurseiros que, infelizmente, não tem muito (e, às vezes, nenhum) apoio da família. E acredito que você também conheça alguém assim, ou talvez, passe por isso.

Além disso, também acontece da família do concurseiro só estar disposta a apoiá-lo por um tempo e, muitas vezes, todo o apoio desaparece depois da primeira reprovação.

Além disso, alguns amigos também tendem a questionar nossas escolhas e fazer brincadeirinhas a respeito de que já não saímos tanto quanto antes, ou qualquer coisa parecida.

Bom, e não sei você, mas quando eu estava me preparando para o vestibular, lembro de uma amiga me dizendo exatamente a frase: “Não vai ficar bitolada se não passar, faz qualquer coisa mesmo!”
Sinceramente, não sei que fim levou a amiga, mas sou muito feliz de não ter dado ouvidos a ela e a tantas outras pessoas e ter perseguido o meu sonho, cuja realização me fez e me faz feliz até hoje!
Portanto, meu querido leitor, se você já ouviu coisa parecida, simplesmente ignore! Acredite em mim, seu FUTURO e sua VIDA são importantes demais para você fazer QUALQUER COISA.

Concorda comigo?

É claro que sei que ela não fez por mal, assim como se você já ouviu isso, as pessoas também não fizeram isso por mal. Muitas vezes, justamente por se preocuparem conosco, as pessoas acham que estão nos ajudando nos dando esse tipo de conselho, para tentar evitar que nós nos machuquemos.

Portanto, se você está passando por isso, procure ser compreensivo com as pessoas ao seu redor. Da mesma forma que você espera que elas sejam compreensivas com você.

Infelizmente, vivemos numa época em que a maioria das pessoas não está disposta a lutar por aquilo que realmente as faria feliz, e quando você luta pelo que você ama, pode parecer para elas que seu esforço não vale a pena.

Portanto, se você tem um sonho de passar num concurso público, encontre maneiras de fazer com que esse sonho fale mais alto do que todos aqueles que não acreditam em você.

2. Falta de motivação na hora de estudar

A falta de motivação é um dos maiores obstáculos enfrentados por pelo menos 99% dos concurseiros, em algum momento dessa jornada.

E não é à toa, afinal de contas, quando você faz um plano de 6 meses ou 1 ano de estudos, é muito comum que no meio do caminho, tenha alguns dias que você sinta que seu concurso está muito longe, ou que você está cansado demais para estudar…

Portanto, aprender a lidar com a motivação é essencial para atingir seu objetivo de conquistar sua tão sonhada vaga.

Existem muitas maneiras de se lidar com isso, como procurar ter sempre em mente todas as mudanças que passar num concurso público pode trazer à sua vida e outros exercícios como este.

E como este tópico já foi tema de outro artigo aqui do site, se você quiser saber mais formas de se manter motivado, leia também este artigo: Como aumentar a motivação para estudar.

3. Medo

Já reparou que toda vez que decidimos seguir um sonho e fazer algo grande das nossas vidas, aqueles momentos depois da decisão parecem ser maravilhosos, nos sentimos bem, animados, felizes com a nova possibilidade…

No entanto, quando começamos a racionalizar esse sonho, esses sentimentos normalmente começam dar espaço a outro, que não nos faz sentir nem um pouquinho bem: o medo.

Na verdade, não “o medo”, mas “os medos”, e no caso do concurseiro, o medo de ser reprovado, o medo do que as pessoas vão pensar, o medo de perder tempo, o medo de perder o dinheiro investido…

E é claro que sabemos que o medo é algo natural e que, de fato, vamos sentir esses medos. No entanto, o grande problema é que o medo tem uma capacidade horrível de nos paralisar.

E o resultado disso é que você então fica preso no meio de tudo isso, e aí, já sabe, os resultados começam a cair, você não estuda direito, não come direito, não dorme direito…

Você já se sentiu assim?

Se você sente que o medo está te atrapalhando, é preciso lidar com ele e para te ajudar com isso, eu proponho um breve exercício abaixo.

Em primeiro lugar, é preciso reconhecer o seu medo. Afinal de contas, do que você tem medo?

Depois é preciso pensar se há algo que você pode fazer para resolver isso. Por exemplo, se seu medo é o de não passar na prova, o que você pode fazer é simplesmente cumprir a sua rotina de estudos e se esforçar o máximo nos momentos que estiver estudando.

Para os medos que você pode resolver dessa forma, vale a pena buscar construir mais confiança em você no dia a dia. E para aqueles outros medos que são mais irracionais, a única coisa que você pode fazer é tentar racionalizá-los e não dar atenção a eles.

4. Ansiedade

A ansiedade também é outro grande obstáculo que todo concurseiro precisa lidar em algum momento.

E, assim como o medo, ela também tem a capacidade de nos atrapalhar muito e diminuir nosso desempenho, sobretudo na hora da prova.

Mas não apenas na hora da prova! Concurseiros que tendem a ser muito ansiosos também tem mais dificuldade de se concentrar para estudar e, sendo assim, de realmente aprender o conteúdo.

Se este é o seu caso, também vai ser preciso diminuir o nível de ansiedade até o dia da prova.

Para isso, existem muitas coisas que você pode fazer, como a prática regular de exercícios físicos, como uma caminhada ou mesmo yoga; evitar alimentos e bebidas que possuam cafeína; praticar meditação 15 minutos antes de começar a estudar etc.

Este assunto também já foi tema de artigo aqui no blog e se você quiser saber mais sobre ele, também pode ler este artigo: Como tornar a ansiedade sua aliada nos estudos.

5. Acho que não vai dar…

A grande maioria dos concurseiros ao longo dessa jornada também terá um daqueles momentos “acho que não vai dar”.

Sobretudo, aqueles que percebem que a prova está chegando e descobrem que não estudaram a maior parte da matéria, ou que na hora de fazer um simulado, percebem que já não se lembram de muita coisa que foi estudada.

Para não passar por isso, a receita é simples: cronograma de estudos matador preparado e sendo seguido à risca; revisões de conteúdo diárias, semanais e mensais; resolução de questões diárias; simulados e provas anteriores do mesmo concurso ou da mesma banca sempre que possível.

Simples assim!

Ok, eu sei que não é tão simples na prática, mas dessa forma você não corre o risco de chegar na hora perto da prova com aquela sensação horrível de “acho que não vai dar”.

Aliás, aproveite e faça o checklist e veja se não está faltando nada em sua preparação: cronograma, estudo de todo o conteúdo do edital, revisões, resolução de questões, simulados e provas. E se tiver alguma dúvida em relação a algum desses itens, pode deixá-la nos comentários, terei muito prazer em ajudar!

Bom, por hoje é isso! Nesse artigo você descobriu 5 obstáculos que os concurseiros irão enfrentar em sua jornada e agora, caro leitor, você está muito mais preparado para lidar com eles se eles aparecerem em seu caminho.

E se você se identificou e está passando por algum deles, divida sua experiência conosco nos comentários, gostaríamos muito de saber mais sobre a sua jornada e estamos aqui para ajudar sempre que possível.

Abraço e bons estudos.

Sobre Daniele Freitas

Formada em Letras pela UNESP, com habilitação em Língua Portuguesa e Inglesa. Experiência como professora de Língua Portuguesa para todas as idades. Trabalhando há 3 anos como redatora especializada na área de estudos e preparação para concursos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *