Página Inicial / Direito Penal - Questões / Teoria do Crime: Questões da Banca Cespe

Teoria do Crime: Questões da Banca Cespe

Para aprimorar seu estudo prático, resolva o questionário com exercícios de concurso público da Banca CESPE  da disciplina Direito Penal sobre Teoria do Crime. Se quiser, antes de resolver as questões, leia abaixo uma introdução sobre o tema.

Questões Teoria do Crime – Banca CESPE

Clique na resposta que achar correta. Boa Sorte!

Se quiser encerrar o questionário de Teoria do Crime antes de responder todos as perguntas de concurso, vá para o final do questionário e clique em Sumário do Quiz, e em seguida terminar questionário, que os resultados de até onde foi resolvido aparecerão. O tempo que demorou para resolver as questões irá aparecer no final. Resolva também simulados para aprimorar seus estudos.

Se tiver dúvidas de como resolvera as questões de Aplicação da Lei Penal mande uma mensagem ou veja o menu sobre na página inicial.

Introdução

A teoria do crime ou delito estuda todos os elementos e pressupostos para que se possa reconhecer que foi praticado um crime. Muito embora aqui no Brasil boa parte da doutrina ainda sustente que esses pressupostos são dois – fato típico e antijurídico – certo é que essa controvérsia sobre ser o delito bipartite ou tripartite só existe no Brasil, porque no exterior não se discute que crime, pelo menos em seu conceito formal, analítico, possui três pressupostos ou três requisitos: conduta típica, antijurídica e culpável. Nosso estudo partirá desse pressuposto que CRIME é FATO TÍPICO, ANTIJURÍDICO E CULPÁVEL. Na teoria do crime, serão estudados esses três elementos com suas respectivas características: o fato típico, a ilicitude e a culpabilidade do agente. Tudo isso é necessário para que se reconheça, no mundo exterior, o acontecimento criminoso. O argumento daqueles que não consideram a culpabilidade requisito do crime, mas sim mero pressuposto de aplicação da pena, não convence. Isto porque, na realidade, é evidente que a culpabilidade é pressuposto de aplicação da pena, porque a pena é conseqüência que advém da prática de um crime. Mas a culpabilidade é tão pressuposto de aplicação da pena quanto à ilicitude, porque sem esta não há crime.

Teoria do Crime: Questões da Banca Cespe

Sobre Raul Junior

Fundador do site Provas de Concurso com o objetivo de ajudar concurseiros e estudantes, com dicas e informações sobre concursos públicos